sexta-feira, 4 de setembro de 2009

PÃO E CIRCO PARA O POVO


Essa frase foi dita na Roma Antiga, isso já há muito tempo atrás. Foi o Imperador Romano Vespasiano que a proferiu, quando da construção do Grande Coliseu. Mal sabia ele, que hoje, centenas de anos depois, o Coliseu está mais vivo do que nunca.

Esse grande circo acontece todos os dias diante de nossos olhos. É impressionante a influência que a mídia exerce sobre as pessoas, em especial a televisão. É exatamente a fartura de pão e circo que nos é jogado de "graça" todos os dias.

Quando pensamos que a fartura acaba, surgem mais opções de diversões. E o mais interessante é que é disso mesmo que o povo gosta. É isso que dá o ibope. Nas tardes, manhãs e noites, não faltam opções de "lazer". O Coliseu está entre nós.

Vem de fazendas, de casos de família, muitos deles nas tardes insólidas de domingo. Outras há que surgem dos axés da vida, das tocas de ratinhos, do humor ultrapasado nas noites de terça-feira, das bocas de garrafas, seguradores de tchans e até as professoras que por "descuido", mostram a calcinha em festa de axé, e viram celebridades. A escola tem culpa em demiti-la? Quanto mais circo, mais pão ao povo.

Respeitável público, o circo tem distração para todos os gostos.

Fico me perguntando, se a televisão brasileira, fosse voltada para educação. Programas com cultura de fato; com matérias jornalísticas voltadas para a informação imparcial e verdadeira; se lá fosse ensinado a sustentabilidade do planeta; do meio ambiente; se por ela, as crianças aprendessem os princípios da educação moral e cívica... teríamos o ibope que temos hoje, com o circo regado a pão?

Será se temos a televisão que merecemos? Será se é de pão e circo que gostamos mesmo? Será se não gostamos mesmo é do fútil? De ver os Carlinhos que sofreram na vida, como um milhão de pessoas nesse país? Ou não será o de volta pra minha terra que de fato nos emociona?

Haja pão e haja água. Ao povo cartão cidadão e cesta básica.

Que tal ao povo, livro e informação?



Paulo Veras é psicólogo clínico e organizacional e professor universitário em Goiânia - GO.


21 comentários:

Paulo Braccini disse...

esta história se repete através dos tempos querido, mas todos os povos vão se conscientizando e assumindo verdadeiramente as rédeas da situação ... entretanto o povo brasileiro é mais submisso à esta vertente, mas como sou otimista, ainda acredito na possibilidade de assistir a nossa queda da bastilha...

parabéns pela crueza e pela verdade deste post ...

bjux

;-)

@philipsouza disse...

sera que algum dia esta hisotria termine????bom esperar ne

DoUgLaS BaRrAqUi disse...

Ola caro amigo Paulo,

Não sou daqueles que veem a histórica de forma cíclica, mas, todos esses encumes paleativos, anestesiantes, alienantes parecem romper as épocas e persistirem a existir...
Muito boa postagem amigo
um forte abraço!
e Gostaria de convidá-lo para conhecer meu mais novo trabalho no campo de pesquisa em história, história ambiental, visite: http://ambientalhistoria.blogspot.com/


Douglas Barraqui

Jay e Alê disse...

Perfeito o post. Eu ratifico isso o povo precisa de mais educação e informação, livro, saúde e uma vida com mais dignidade. Mas nossos políticos não se interessam por isso, afinal isso não seria bom pra eles.
Grande abraço amigo.

Lucad disse...

Tem gente pensa que TV é para:

- educar;
- ensinar;
- instruir;
- ...

No Brasil a TV aberta se resume a Rede Globo, por isso há essa coisa. Tem gente que se corta de inveja da competência dos globais. Escrevo que há somente Globo pq se somar o ibope de todas as outras, não chegam aos dígitos da Vênus...

Quer TV educativa? Durma assistindo à CULTURA, levante aos sábados de madrugada para assistir ao GLOBO ECOLOGIA, AÇÃO. Não tente comparar JÔ SOARES à OPRAH... etc. Vamos ser felizes com as melhores novelas, os melhores realit's show, programas de auditório (salve!)... e ainda temos HEBE CAMARGO (perdida as 20h no SBT as 2a feira).

Caio Abreu disse...

Posso estar sendo injusto aqui mas se a tv exibisse programas educativos, voltados pra cultura, a audiencia seria pífia. Povo nao gosta disso, nao gosta de estudar nem trabalhar... as pessoas trabalham e estudam por obrigacao infelizmente... se a tv mostra o q mostra, é apenas reflexo da populacao

Jay e Alê disse...

Oi amigo,
Tudo bem? anda sumido...
Grande abraço

O Iluminado disse...

Falou e disse...
Hj temos esse circo armado cheio de atrações para todos os gostos!
a informação mesmo passa longe! rs
abraços!

Jay e Alê disse...

Amigo Paulo....
Onde andas? tudo bem contigo? Sentindo sua falta, passamos aqui pra deixar um abraço.
Vê se aparece..........

Bento disse...

por cá não anda muito diferente, infelizmente

Renata disse...

Ótima crítica, mas não concordo com tudo.Como o Caio Abreu disse acima, pão e circo são de extremo agrado do povo.Não basta apenas mostrar os fatos a população, e sim fazermos com que o povo entenda.É Triste dizer isso, mas mesmo sendo bem nova, acredito que essa conscientização não ocorrerá nem tão cedo.Se, de fato ocorrer um dia.

Renata.

Anônimo disse...

Para mim, os grandes estádios de futebol são verdadeiros Coliseus
e o futebol, através da mídia, é um dos maiores espetáculos.

Adriana Paiva Veiga disse...

Adorei ! Os noticiários logo após uma notícia bombástica ( fraudes, roubos, desvios de dinheiro, pésssimo atendimento na saúde, etc...)entram com a notícia de futebol, moda,festas, celebridades, enfim, tudo aquilo que fará com que as pessoas desviem o foco e de uma certa forma se "conformem" com base nas emoções das notícias boas....Muito bom! Parabéns!

Liliane Lemos disse...

Adorei o que escreveu, exatamente com eu penso... Posso estar, loucamas não estou só!

Irvando Sampaio disse...

Olá sou novo por aqui, mas gostaria de deixar minha indignação.

Primeiramente parabéns pela iniciativa do Blog, estamos quase sem blogs críticos importantes na internet.

Segundo concordo contigo, mas me preocupa o fato de não enxergarmos mais longe. Todas as emissoras, seja de rádio ou televisão funcionam sob concessão governamental.

Nicolau Maquiavel, disse em seu livro "O Príncipe", dedicado ao príncipe de Florença, "Mantenha o povo afastado da política, enquanto assim o fizer ele (o povo) não estará preocupado com o que estiver fazendo no poder. Dê-lhes festas, show".

O problema, meu grande amigo, é político.

Um grande abraço

Anônimo disse...

Muito bom!

Enquanto houver pão e circo, os políticos corruptos continuarão no poder, porque para o povo é só isso que importa. Tendo as festas as diversões, os olhos se fecham para as falcatruas e roubos dos corruptos.

Unknown disse...

So a educação mudaria o povo...enquanto isso bolsas e estádios...

zemaria disse...

Cada povo tem o governo que merece. (Joseph Maistre) - Se foi por causa do pão e circo que o povo brasileiro reelegeu o Lula e elegeu a Dilma, tão reclamando do que? - Enquanto o povo for ignorante e não aprender a fazer uma história nova a história vai se repetindo de tempos em tempos. É só trocar o voto por qualquer tipo de bolsa, de cota, de favores, de sapato, de dentadura, etc.

José Carlos de Oliveira disse...

quem seria a opçao? Temos alguém na atual politica que seria capaz de governar um pais realmente para o povo? Quem realmente honesto permaneceria honesto depois de algum tempo neste meio podre de comprados e compradores.

Magno disse...

Adorei, mas ficou um gostinho de quero mais.

Luciano Gonzaga disse...

Respeitável público!!! É, Paulo, o circo está novamente armado. Temos novas arenas, amazonas, pantanal, corintians. Os leões são nossos irresponsáveis governantes e os cristãos somos nós, ou seríamos os palhaços? Não existe recursos para educação, saúde, educação e transporte público dígno para o nosso povo, porém, com que facilidade disponibiliza-se bilhões para oferecer conforto, segurança e mobilidade pública para os gringos que virão ao pais por algumas semanas. Nossos governantes não nos consideram merecedores de direitos básicos elementares pelos quais pagamos pontualmente, porém, os oferece a estranhos, apenas para passar para o mundo, uma falsa imagem do pais, como se esse pais fosse gerido com competência e seriedade. Não os culpo, é realmente vergonhoso mostrar para o mundo como vivemos e somos tratados. Vai começar o espetáculo, coloquemos nossos narizes.