terça-feira, 14 de julho de 2009

QUAL É O SEU MEDO?


Se partirmos da mitologia grega, o "medo" é filho de Medéia e do rei Eneu. Quando Teseu volta, Medéia tenta envenená-lo, mas Egeu descobre que Teseu era seu filho e impede o assassinato. Medéia e Medo voltam para a Cólquida e descobrem que Eetes tinha sido deposto por seu irmão Perses. Medéia e Medo matam Perses, e Medo se torna rei. Quando Medo conquista um grande território, este passa a se chamar Média.

Se partirmos do ponto de vista, ciêntífico/psicológico, o medo é um sentimenrto que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto no físico como no psicologico.

O certo é, que todo ser humano, ja teve medo. Todo ser humano tem medo, seja do passado ou no presente ou do futuro. Quando criança, é o fantasma, a mula sem cabeça, o boi da cara preta, o lobo mau, o bicho papão, a polícia, o castigo do papai do céu e por ai vai. Grande parte da cultura e da civilização humana, sao baseados no medo. Muito de nossa moral e crença, são impostos pelo medo.

Mas quando crescemos e já adultos, os medos vão se vestindo com outras roupagens, mas permaecem ali, do nosso lado. Na verdade, esse medo passa a ter outro nome e numa forma mais requintada, nos atormenta de outra forma. Para alguns, esse medo tem tanta ênfase, que se transforme em pânico.

Mas quando pergunto qual é o nosso medo, me refiro ao nosso medo de cada dia. Aquele que não é doentio. Aquele que não nos atrapalha viver, mas aquele que vem atrelado à coragem. Sim, ter medo é necessário e fundamental para nos mantermos vivos. Talvez seja o medo citado pelos poetas, cantados em muitas musicas e repetido todos os dias.

Se fizermos uma rápida vasculha na memória, podemos nos deparar, com o medo do futuro tão incerto que vem ao nosso encontro; o medo da morte, que vem de qualquer jeito e não sabemos que jeito é esse; o medo de casar, já que a vida de solteiro vai muito bem obrigado; medo de ficar só na velhice; medo de assumir a sexualidade e ser rejeitado por pessoas que você nunca pensou rejeitar; medo de proferir sua fé e religião para todos e muitos que nunca vão entender; medo de escolher a profissão errada e medo de não poder trocá-la um dia; medo de ter coragem e não conseguir levar ao cabo suas intenções; medo de dizer "eu te amo" e ficar preso a isso pelo resto da vida.

Medo de que, você tem? É o medo de viver, se ser você mesmo, de ficar só, de ser autêntico? Medo se dizer não; de dizer basta; de dizer que não quer mais? Medo de engolir "sapo", medo de pagar "sapo"; medo de fobias?

Qual é o seu medo? Shakespeare, que embora no seu medo, disse: "O maior erro que você pode cometer é o de ficar o tempo todo com medo de cometer algum."


Paulo Veras é psicólogo em Goiânia-GO.

17 comentários:

Paulo Braccini disse...

parabéns pela contextualização do tema ... perfeita mesmo ...

é muito bom frequentar este recanto ...

bjux

;-)

Ryan disse...

Abordou o tema de forma esplendida! Meu maior medo é o de ousar. Tenho medo das consequencias!

Tenho medo de animais peçonhentos!
D:

Lucad disse...

Então, meu bom Verinha! Perto de você a gente perde um pouco dos muitos medos, basta olhar pra você sorrir ou então pra o seu olhar serio.

Mais lendo seu texto, pensei na música do VOZ DA VERDADE que diz: "Se os teus fantasmas te acompanham, se o teu passado vem pro hoje,(...) fazendo desistir dos teus sonhos". Esses fantasmas! Ah, fantasmas!

Talvez seja preciso fazer como a Poliana, deixar para pensar no medo amanhã... somente amanhã.

Gosto de ler você.

©tossan disse...

Eu tenho um medo danado de ter medo, mas tenho os meus medos normais. Muito bom o seu texto!

REGGINA MOON disse...

Paulo,

Dizem que o seu maior medo sempre vem de encontro a voce em algum momento de sua vida, então, se for assim, saberemos lidar com ele no momento exato....

Beijos e grata pela visita,

Reggina Moon

Liciane disse...

Muito bom o texto.
Eu tenho medo de perder as pessoas que amo... Medo da morte, ainda não sei lidar com isso.
Mas não tenho medo da solidão, gosto de estar só...mas é diferente de solidão né..kkkk

Bjsss

Ryan disse...

Passei por aqui novamente para avisar que o dominio do meu blog foi alterado para ryanzamperlini.blogspot.com

Caso tenha o meu blog adicionada em uma lista, altere para que possa continuar visualizando as minhas próximas postagens!

thanks

Osvaldo disse...

Caro amigo Paulo;

Excelente este tema, ousado, sensivel e literáriamente correto.

O medo é algo tão entranhado no humano que ele já existe antes de nascermos e possivelmente é esse medo do desconhecido que nos faz chorar para a vida...

O meu grande medo é eu não saber do que tenho medo...

Um abraço, Paulo.
Osvaldo

Rander Pereira disse...

Não é por acaso que você é pscólogo...
O medo nos faz tomar direções que nem mesmo imaginamos, nem sempre certas, mas de certo modo, como a coragem, ele também nos move, parabéns, acredito que isso fale a todos muito mais do que você o queria dizer, aceitar também faz parte do nosso crescimento. 10

Um abraço

Na Casa Dele disse...

Olá,
está afim de parceria para troca de link
entre em contato
http://nacasadele.blogspot.com/
abraços e sucesso!
Bjocas
A.

Philip Rangel disse...

Bom eu mesmo tenho muitos medos...achu de ousar.......medo do que pode acontecer..penso muito do depois...e isso prejudica...

abraçao

Anônimo disse...

Mãêeeeeee!!!! Acende a luz, to com medo.

Texto belissimo!


Isahías

Cαгolinα disse...

excelente texto, muito bem abordado.. sabe, eu morro de medo de perder minha mãe. pode parecer ridículo, afinal eu sei que ela vai morrer, mas eu tenho pavor disso e não sei porque.. dependo tão emocionalmente dela que já cheguei a pedir a Deus que, no dia em que ela for embora, que me leve junto com ela, por que eu vou enlouquecer sem a presença dela.. sei lá, é tenso, mas eu já pensei tanto nisso que as vezes eu fico inquieta.. :)

;D

Cintia Naves disse...

Oi Paulo, me acertou em cheio. Quase semore tenho medo de ser eu mesmo... Em diversas situações eu fingo ser a boazinha pra poder ser aceita. Aff. Odeio isso. Preciso mudar.
Abraços querido!

:: Fatima :: disse...

Meu maior medo???

Ah! Dexa eu ver...


...DE AMAR E NAO SER AMADA!

OBRIGADO PELA SUA VISITINHA E TBEM PELOS ELOGIOS AO MEU BLOG!

BjOos meus pra vc.
Tenha uma excelente semana!

Philip Rangel disse...

Todos os dias deviam ser DIA DOS AMIGOS...

pois eles que fazem nossa historia...

por isso eu e em nome do Entrando Numa Fria venho desejar essa amizade que vc vem nos passando a tempos...

grande abraço

Gay Alpha disse...

Ihhhh... são tantos... e quase nenhum são confessos... deve dar problema... hehe! Hugz, man!

TRABALHANDO COM O MEDO INFANTIL

Senhores Pais, é natural e absolutamente normal que suas crianças pequenas sintam medo. Bem como, o nervosismo é um sentimento natura...