terça-feira, 16 de julho de 2019

SUPERE A SI MESMO




É comum as pessoas me falarem do mal estar que sentem quando são comparadas com outras pessoas ou quando elas mesmas se comparam com aqueles que a cercam. As comparações de um modo geral, são feitas pela projeção que fazemos das pessoas e não necessariamente da realidade em que elas vivem.

Portanto, a comparação que fazemos das outras pessoas, ou que fazem de nós é sempre uma inverdade, uma vez que só conhecemos parte da realidade do outro.

Além da perda do tempo e da energia psíquica que temos quando nos comparamos, precisamos entender que cada ser humano é único e, comparar-nos aos outros é uma tentativa de anular a nossa realidade em função da realidade do outro.

Esta tentativa faz com que aos poucos, algumas pessoas vão perdendo a sua identidade, chegando ao ponto de suas atitudes e suas decisões serem sempre ditadas pelo outro. É bobagem pensar que a realidade do outro é melhor do que a nossa. Pode até ser, mas não é a nossa. Sofrer por aquilo que não é seu é uma demonstração clara de falta de maturidade e de ingenuidade.

Aprenda uma verdade: superar a si mesmo é melhor do que comparar-se aos outros. Se houver necessidade de comparações, compare com você mesmo no passado. Faça sempre o exercício de ver a pessoa que você era e a pessoa que tem se tornado.

A partir desta conta, você saberá o que fazer com este resultado, saberá quais serão as melhores atitudes a ser tomadas e as consequências que elas trarão. Use a sua própria régua para medir a si mesmo.

Aprenda a valorizar suas pequenas mudanças e seus pequenos crescimentos. Saiba que um crescimento mínimo que seja em você é melhor que uma grande mudança no outro. 

Paulo Veras é psicólogo clínico e organizacional, psicanalista, pedagogo, escreve e faz palestras, especialista em educação especial e inclusiva, especialista em docência do ensino superior e professor universitário em Goiânia-GO.

Nenhum comentário:

SE TE APAGA, NÃO TE APEGA

Com o tempo vamos conseguindo nos desapegar. É um exercício quase que diário e que requer uma boa dose de consciência. Quando temos a...